segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Vem ler comigo: Uma estranha simetria

Titulo: Uma estranha simetria
Autor: Audrey Niffenegger
Editora: Suma das letras
Paginas: 360
Skoob

Sinopse: Depois de uma elogiada estréia literária, Audrey Niffenegger escreve em seu segundo romance sobre a relação entre irmãos gêmeos. A história de Uma estranha simetria, gira em torno da morte de Elspeth Noblin, que transforma-se em um fantasma. “Elspeth se torna um fantasma porque, ao morrer, ela se recusa a ir embora. É essencialmente a sua própria vontade que a mantém aqui. O que eu deixo um pouco no ar é o quão sincera ela está sendo. Ao longo do livro é a sua extrema força de vontade que faz tudo acontecer”, explica a autora. Quando Edie, a irmã gêmea de Elspeth, recebe a notícia de sua morte, vem junto uma surpresa: ela deixou para as sobrinhas o seu apartamento com vista para o imponente cemitério Highgate, em Londres – com a condição de que as duas vivam lá por um ano. Quanto a Edie e seu marido, Jack, o testamento estipula que não podem acompanhar as meninas na mudança nem entrar no apartamento.


A Historia:

Vinte e um anos após fugir de Londres para se casar com o noivo da usa irmã gemia. Edie teve duas filhas.
As gêmeas espelhadas, elas eram idênticas uma de frente para outras, uma refletia a outra.
A irmã de Edie estava muito doente, quase a beira da morte e antes que chegasse ao seu fim. Escreveu a sua irmã, finalmente as duas estavam bem novamente.
De Herança a tia das gêmeas espelhadas, Valentina e Julia. Ela deixa seu apartamento com uma vista para um cemitério.
Mas com um acordo. O apartamento será delas se passarem um ano no lugar. E de quebra seus pais não podem colocar o pé lá.
No mesmo prédio onde Elspeth morava seu namorado, Robert. Ele ficaria de olho nas Gêmeas enquanto estivessem por lá.
Mas apos a morte da mulher ele fica sem rumo, vive na casa de Espeth sem saber o que fazer e por vezes tem a sensação de que ela está com ele. O assombrando.  
Enquanto isso no andar de cima viviam Martin e Marijke. Martin sofre de TOC, ele vive confinado dentro de casa, sua vida é completamente difícil e complicada, suas mãos têm que estar limpas, seus banhos são duradouros, o chão tem que ser esfregado centenas de vezes até ele ter certeza de estar limpo, as janelas são cobertas por jornais e todos seus pertences guardados em caixas. E logo depois da morte de Elspeth, Marijke resolve ir embora, não poderia mais viver daquela forma.
Sobre a Robert ajudar Martin no que ele precisar.

Após meses as gêmeas finalmente estão se mudando para Londres. 
Valentina quer voltar a estudar, Julia não quer o mesmo, quer curtir Londres conhecer os lugares se divertir e quer fazer isso ao lado da sua irmã.
Sem saber muito o que fazer elas decidem conhecer a cidade e Robert completamente tímido e paranoico começa segui-las para todos os lados, dia apos dia. Ele quer se apresentar a elas, mas tem vergonha do que pode acontecer.
Enquanto isso no apartamento das gêmeas, Elspeth esta cada vez mais forte. Já consegue se ver com forma, consegue fazer pequenas coisas se mexerem. Ela observa sempre as irmãs, todo o contato que não teve em vida com elas esta tentando ter na morte. O fantasma estava finalmente entendendo como funcionava. 

Em uma visita ao cemitério Highgate as gêmeas se deparam com um homem já conhecido.
Robert que apenas uma vez conseguiu falar com Valentina, uma pequena troca de palavras no trem, nada mais do que isso, estava sem escolhas dessa vez, teria que conversar e se apresentar dignamente para as garotas.
Elspeth estava enterrada naquele cemitério junto a sua família.
Sem saber muito bem o que estava fazendo Robert tenta se aproximar das irmãs, mas Julia não parece gostar muito dele, mas Valentina por outro lado, parece ter um forte envolvimento com Robert a cada dia eles parecem mais próximos o que deixa Julia um pouco enciumada.
Julia por outro lado gosta de visitar Martin, apesar dele ter seus problemas, Julia gosta de estar ali com ele. Apesar de saber que é casado nada a impede de sempre sentir algo incomodador quando ele cita sua mulher que havia abandonado. 

Elspeth esta incomodada, Valentina passa tempo de mais com Robert, o seu Robert. Ele estava a esquecendo. 
Com raiva ela acaba por acender uma luminária e escrever um recado em cima do piano, fazendo mais tarde as gêmeas entrarem em pânico.
Ali também havia um recado para Robert. Ele estava ficando doido, quando finalmente estava seguindo sua vida, estava conseguindo lidar com sua morte e se envolvendo com Valentina ela simplesmente reaparece. 

Agora eles podiam se comunicar com Elspeth, poderiam fazer perguntas, poderiam ter muitas respostas que estavam procurando.
Elspeth e Edie tinham muitos segredos, muitos deles nunca revelados.
As irmãs queriam as respostas, mas Elspeth se nega a dá-las.  
E quando mais tempo Valentina passava com Robert mais enfurecida Julia ficava o que vazia sua irmã querem sua independência a qualquer custo.
E talvez Elspeth pudesse ajudar Valentina. 

O que eu achei:

Odiei. Fim! 

Ok, eu comecei gostando, estava bem legal até a página 250
Ai a autora cagou e sentou em cima =} 

E super legal como a autora retrata a vida das irmãs, como uma completa a outra, como uma faz parte da outra.
O título vem da semelhança espelhada que as gêmeas têm. Uma reflete a outra.
Julia não pode viver sem Valentina, mas Valentina tem a vontade de ser livre, fazer suas próprias coisas, vestir suas próprias roupas, mas Julia nunca deixa.
Isso é extremamente incomodador na história. Ninguém quer realmente se parecer com seu irmão e ser comparado a ele.
A briga entre a mãe e a tia das gêmeas é algo bem legal e foi bem aproveitado na história. Eu fiquei surpresa pela razão da briga das duas. E em momento algum culparia Elspeth por isso. 
Mas ela como fantasma é realmente uma filha da Puta, com todas as letras.
Eu fiquei muito revoltada com isso, extremamente revoltada.
Mas o modo que a autora trata o TOC foi extraordinário.
É um jeito de tratar a doença de uma forma que eu nunca tinha visto, era o limite da doença.

Mas o que mais me deixou revoltada foi o final.
Que injusto
Eu não aceito finais desse tipo.
Minha vontade era de jogar o livro pela janela pra ver se meus cachorros o destruíam.    
Fora que eu não gostei muito do modo que foi traduzido estava com a sensação de ler uma tradução amadora. 

PS: fico feliz de ter gastado apenas cin
co reais nele. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Sem ofensas
- Se seguir é só avisar que eu vou seguir de volta
- Deixe o URL do seu blog/site para que eu possa retornar a visita
- Eu sempre retribuo as visitas, mesmo se eu não comentar pode ter a certeza que eu o visitei.