segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Vem ler comigo: Mathilda Savitch

Titulo: Titulo: Mathilda Savitch
Autor: Victor Lodato
Editora: Intrinseca 
Paginas: 312
Skoob


Sinopse: 
Mathilda Savitch tem conflitos que extrapolam as dores comuns da adolescência: sua irmã mais velha é brutalmente assassinada, jogada na frente de um trem por um desconhecido. Com a angústia de uma nação em guerra contra o terrorismo e os pais enlutados pela tragédia familiar, Mathilda decide usar a maldade para provocar alguma reação neles, que estão completamente catatônicos. 


A historia:
Mathilda Savitch é uma adolescente.
Está em transição entre a infância e a vida adulta.
Existem muitas coisas que ela não compreende, mas a outras que ela acha que sabe melhor que ninguém.
Ela acredita ser uma adolescente má, ela quer ser má.
A Fazendo acreditar que conseguira trazer seus pais de volta.
Depois que sua irmã mais velha, Helene, morreu há um ano eles basicamente morreram juntos.
Mathilda faz de tudo para trazê-los de volta a vida, ela quer os pais de volta.
A garota acredita que sua irmã foi assassinada, que alguém a empurrou na frente do trem. Mas isso e apenas um modo de mascarar o que realmente aconteceu.
Mathilda tem como melhor amiga uma garota chamada Anna, que diz ter salvado uma vez no parque, desde então são amigas. Ela tem um leve queda por um garoto com estilo diferente chamado Kevin, mas ele não parece gostar muito dela.
Depois que sua irmã morreu, todos seus pertences foram guardados e escondido, fotos, suas fitas de músicas, seus segredos...
O quarto foi mantido do mesmo jeito que ela o deixou.
Mas ela tem seus segredos!
Enquanto mexia nas coisas da irmã ela descobriu e-mails impressos, todos eles de garotos aos quais trocavam mensagens com uma forma nova de linguagem que Mathilda não conhecia muito, mas que aos poucos vai entendendo.
De todos os garotos que Helene conversava um se destacava. Louis. Ela o nunca o viu, mas acha que está apaixonada por ele. A forma com que ele escreve é completamente diferente dos outros garotos.
E de todos os garotos que ela podeira entrar em contado quando finalmente invade a conta de sua irmã ela escolhe Louis. O último garoto que Helene trocava e-mails antes de ser morta.
Parecendo não saber que Helene esta morta e acreditando fácil que quem enviou o e-mail fosse ela, Louis passa seu endereço, Mathilda começa a achar que ele não sabe que ela está morta.
Mas Helene foi encontrada morta nos trilhos do trem com uma passagem só de ida para Desmond onde Louis mora.

O que eu achei:

É um enorme grito de socorro.
Eu vi isso em cada página.
Ela quer, ela precisa dos pais de volta, mas sabe que nunca os vai ter desde que a irmã morreu.
Mathilda conta alguns medos, medos que muitos americanos vivem como o terrorismo.
Ela acha que a qualquer momento todos vão morrer, ela quer contar aos pais, quer dividir seus medos, mas acredita que os pais não vão se importar.
Um mundo de descobertas para a garota, tanto físico como mentalmente.
É uma história muito bonita.
Dá para se ver realmente que é uma criança passando para a faze da adolescência contando a história, mesmo que não tenha sido escrita por uma.
Os pensamentos, o jeito de lidar com a vida nessa transição.
A idade não é estipulada então as vezes eu me senti um pouco perdida, mas acho que ela tem por volta de treze anos.
É uma história surpreendente.
Vale muita a pena ler.



3 comentários:

  1. estou numa fase de muita leitura
    adorei esse ja quero comprar pra ler
    beijos <3

    Blog Delineado Rosa / Concurso Cultural: 5 Batons Avon Pop Love

    ResponderExcluir
  2. parece ser ótimo, já quero este livro também *o*
    http://blogdapameladias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Comecei a ler esse livro, mas fui intercalando-o com outras leituras e ele acabou ficando para trás. Vou ver se termino de ler logo. Adorei sua resenha! Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Sem ofensas
- Se seguir é só avisar que eu vou seguir de volta
- Deixe o URL do seu blog/site para que eu possa retornar a visita
- Eu sempre retribuo as visitas, mesmo se eu não comentar pode ter a certeza que eu o visitei.