terça-feira, 3 de junho de 2014

Vem ler comigo: De repente, o amor

Titulo: De repente, O amor
Autor: Susan Fox
Editora: Editora Unica
Paginas: 366
Skoob

Sinopse: Aos trinta e um anos, a sorte de Kat Fallon com os homens já se mostrou longe de ser algo positivo. Mas quando ela convida seu melhor amigo e vizinho Nav Bharani para ser seu par no casamento de sua irmã mais nova em Vancouver, ela não imagina que está para embarcar na maior surpresa de sua vida... 

Nav é apaixonado por Kat desde que ela se tornou sua vizinha, e quando ela diz para ele que adora viagens de trem, principalmente pela possibilidade de "conhecer" estranhos, Nav bola um plano para ganhar o coração de Kat. Em cada parada do trem durante a viagem ele aparecerá disfarçado como "um desconhecido sexy". Kat cai nesta brincadeira sensual, mas o que começa como uma simples diversão transforma-se em algo mais denso e Kat se vê em dúvida se permanece em suas fantasias sexuais de solteira ou investe no seu par perfeito. Sexy, divertido, intrigante... 


Historia: 

De repente, o amor é o segundo livro das série Irmãs Fallon

Kat e Nav são amigos há dois anos.
Eles moram um ao lado do outro, quando Nav se mudou teve a sensação de que Kat flertava com ele até descobrir que ela tinha namorado. Mesmo depois de tempos eles acabaram se tornando amigos.
Mas ele ama Kat, e mesmo ela tendo uma pequena queda por homens bem sucedidos e bem vestido, ele a quer.
Ele é apenas um fotografo que deixou a família para seguir seu sonho, deixou a família rica e imponente para trás.   
Apesar dele já ter dado indiretas de que os dois precisam namorar, Kat o colocou na zona de amigão e de lá ela esta decidida a não tira-lo mesmo tendo uma grande queda por ele.
Kat acaba de descobrir que sua irmã mais nova vai se casar e isso a deixa furiosa e com inveja de sua irmã, ela esperava que fosse a primeira a se casar, mesmo sempre se envolvendo com os caras erradas. 
Nav esperava que ele um dia fosse esse cara que ela quer para casar, mas ela parece não o ver. 
Então com medo de fracassar mais uma vez levando qualquer cara para seus pais conhecerem, ela pede a Nav que seja seu acompanhante para o casamento, mas ela espera que ele vá como seu namorado, apenas para impressionar sua família, mas ela  também espera que ele mude seu visual por completo para que sua família não o julgue mal.
Então estava tudo pronto, Kat iria pegar dois trens até chegar na casa de seus pais para ajudar na preparação do casamento.
E como ela acredita que regras normais não se aplicam a trens, Nav tem a ideia de gênio para conquista-la.
Durante toda a semana ele planejou o que iria fazer, transferiu todo seu dinheiro de formatura da faculdade, tirou suas joias do banco e ele estava decidido a conquistar Kat, e ele iria fazer isso, interpretando alguém, fingindo ser o homem que ela procurava.  

Quando se deparou com o homem estranho no trem sabia que o conhecia de algum lugar, mas estava completamente diferente e ele jurava que não era quem ela pensava. O homem se apresentou como Pritam, um homem bem sucedido, com um ótimo trabalho, se vestia bem, usava joias caras, tudo que Nav não era, mas ela podia ver a semelhança entre os dois. 
Até que ele diz seu nome e finalmente ele sorri e diz que é Nav, mas o que ele quer fazendo isso? 
Então começa um jogo seduzente entre os dois, ele diz "O que acontece no trem fica no trem".
Mas Kat ainda tem duvida, ele era seu melhor amigo e não queria perde-lo, mas mesmo assim concorda.
Quando houve a troca de trens e uma parada de uma noite em um hotel, eles acabam por dormirem juntos, mas Kat se arrepende e sai fugida do seu quarto no meio da noite.
No outro dia quando vai para o próximo trem que a levara direto para Vancouver, ela acredita que não vera mais Nav até o casamento e se sente mal pelo o que aconteceu, mas também assume que foi a melhor noite da sua vida.
Mas ela estava enganada, quando esta conversando com um roteirista de Hollywood ela vê Nav, mas agora ele se apresenta como Dhiraj, outro jovem homem bem sucedido, rico e bem vestido tudo que Kat sonha para sua vida. 
O jogo estava de volta, ele queria Kat e a teria, Kat só queria curtir mais algumas noites e quando chegasse em Vancouver isso acabaria e eles voltariam a ser amigos.
Porem Kat começa a contar coisas da sua vida que Nav desconhecia, e Nav mesmo interpretando outra pessoa conta detalhe da sua vida e de seus pais que nunca contou a ela em dois anos de amizade. Como ter amado uma mulher que só queria o dinheiro, como o pai não aceitar sua profissão e suas escolhas e como querer que ele tenha um casamento arranjado. *Nav tem descendia indiana*  
Kat acha que parte disso tudo é mentira, que ele só quer curtir com ela para matar curiosidade de como é dormir com sua amiga e só, mas tem a duvida: Por que ele estava fazendo tudo isso? Mudando o visual, comprando roupas caras e joias para impressiona-la? 
Nav sabe que a ama, mas Kat tem a duvida do que ele realmente quer.

O que eu achei:


O romance é ótimo, eu sorria igual uma retardada nas conversas dos dois e de Kat com sua Família.

É uma historia bem romântica, apesar de ser um New Adult, é bem leve, e tem como tema o romance, o relacionamento dos dois, a construção desse romance aos poucos. Há uma historia por trás das cenas quentes, não é focado totalmente nessa cenas.
Mas existe um pouco bem confuso do livro que eu demorei para entender.
A um desfoque de narração. As vezes é Kat que narra, as vezes é o Nav, as vezes é um narrador na terceira pessoa.
Isso confundiu muito minha cabeça e tive que deixar o livro por alguns dias. Atrapalhou-me muito esse desfoque de narração, é confuso.
Entretanto, valeu à pena ler o livro pelo romance, pelo final, por tudo, porque realmente é algo fofo de ser ler. 
Moral do livro: Quando se ama, se faz qualquer coisa por alguém. 
Realmente achei que valeu à pena. 

Um comentário:

  1. Parece ser legal esse livro , vai pra minha listinha.

    http://corujinhamoderna.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Sem ofensas
- Se seguir é só avisar que eu vou seguir de volta
- Deixe o URL do seu blog/site para que eu possa retornar a visita
- Eu sempre retribuo as visitas, mesmo se eu não comentar pode ter a certeza que eu o visitei.