domingo, 9 de março de 2014

Tag: Sobre a minha faculdade



Aqui vai as perguntas:

1- Qual seu curso de graduação?
Letras - Bach. Port. inglês

2- Quantos períodos ele tem? E em qual você esta? 
Quatro anos - oito semestres. Segundo ano - terceiro semestre.


3- Por que você escolheu esse curso? 
Na verdade eu queria jornalismo, mas descobri que queria algo ligado a 
escrita e não a jornalismo em si, então decidi cursar letras.

4- Antes de escolher esse curso você pesquisou sobre o mercado de trabalho e o piso salarial? 
Sim.
O que significa que vou morrer de fome, porque se fizesse um curso para ganhar dinheiro estaria em Direito haha

5- Como foi seu primeiro dia de aula? Tem dicas para os calouros?Foi meio tenso, era junção com pedagogia e sala estava cheia, só descobri depois que minha sala só tinha uns gato pingado shausha 
Calouros, tenham medo dos veteranos, faltem no primeiro dia. E se não quiserem faltar, haja como se estudasse no campus a pelo menos três anos isso faz com que vocês não percam nem uma peça de roupa e ainda ficam com o rosto limpo. 

6- Sobre seu TCC, já começou a fazer? Qual tema pretende abordar? 
Graças a Deus ainda não, mas já penso sobre há um bom tempo.


7- Você se considera uma boa aluna (o)?
Nem um pouco. E acredite eu não tenho orgulho desse fato.


8- Você esta 100% satisfeita com o curso que escolheu?
Sim, não me arrependo em nada, até o momento foi a melhor escolha que fiz, o melhor curso e tudo mais 
Lingüística haha.


9- O seu curso tem algum material especifico que não tem em outros cursos? 
Linguistica haha

10- Na sua faculdade teve trote? Se sim como foi?
Sim, a cada seis meses tem trote. Mas no começo do ano é mais pesado. E eu realmente acho frustrante. Selvageria e tudo mais.

11- Seu curso tem muita matemática?
Não, nem um pouco e agraço muito por isso.


12- Geralmente nas faculdades existem o “ciclo natural de desistência” a turma começa com 70 alunos e permanecem só 20. Isso aconteceu na sua faculdade? 
Mais ou menos, Letras é um curso pequeno e pouco procurado, então os que 

procuram em geral fica, mas sempre tem aqueles que desistem.


13- Quais dicas você daria para quem esta querendo começar a fazer o mesmo curso que você?
Força na peruca, é um curso complicado, difícil, que exige muito mentalmente, pois é tudo teoria, nada de pratica. Mas se realmente gostar vai querer ficar.

Já, e é o trauma da minha vida. Dediquei-me a outro assunto e a faculdade ficou de lado e me dei mal. 
Não, sou um ser humano normal, com método normal pra estudo.


14- Já ficou em DP? Possui algum método diferente de estudo?
Já, e é o trauma da minha vida. Dediquei-me a outro assunto e a faculdade ficou de lado e me dei mal. 
Não, sou um ser humano normal, com método normal pra estudo.

15- Faça um resumo básico do seu curso pra quem estiver interesse em fazê-lo.
Tenha em mente Letras não é gramatica é o contrario disso, quem escolhe Letras conhece o outro lado da historia, a Lingüística, as teorias, os grandes pensadores, desenvolvimento da fala.
Conhecera tudo que não foi apresentado no colégio. E é a coisa mais perfeita do mundo. 
Eu descobri que nasci para ser linguista e não gramatica e dou graças a Deus a isso.
Estudando letras o preconceito linguístico acaba. É ótimo para abrir a mente das pessoas. 

2 comentários:

  1. Adorei a tag e vou usa-la em breve no meu blog, os anseios e curiosidades sobre faculdade sempre foram presentes no meu ensino médio e me sinto muito feliz por poder responder a perguntas do tipo fazendo direito, o meu grande sonho. Adorei a sua sinceridade!
    http://marimaiaetc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a tag. Fiz um post sobre meus primeiras impressões da faculdade, quem sabe mais tarde não faço essa também. Adorei toda sinceridade, pouca pessoas conseguem isso hahah Você é muito querida.
    ondedormemosanjos.wordpress.com

    ResponderExcluir

- Sem ofensas
- Se seguir é só avisar que eu vou seguir de volta
- Deixe o URL do seu blog/site para que eu possa retornar a visita
- Eu sempre retribuo as visitas, mesmo se eu não comentar pode ter a certeza que eu o visitei.